Lara Martinho
Lara Martinho
Fazer mais e melhor

1 -CONVENÇÃO NACIONAL DO PS -realizou-se no passado sábado o encontro que aprovou o Programa Eleitoral do PS às eleições Legislativas. Este Programa Eleitoral identifica 4 grandes desafios e um objetivo de boa governação. Os 4 desafios são i) o combate às desigualdades, ii) as alterações climáticas, iii) a demografia e iv) a transição para uma sociedade digital. Este é o resultado de um amplo processo de debate público que o PS realizou com a sociedade. Todos puderam participar e ajudar a melhorar o Programa Eleitoral do PS. Este Programa apresenta ainda um conjunto de áreas de grande importância para a nossa região e demonstra o respeito do PS pelas Regiões Autónomas. Há a destacar questões importantes como o compromisso de potenciar as autonomias regionais, a criação do Conselho de Concertação que envolve o Governo da República e os Governos Regionais, proposto pelo Presidente Vasco Cordeiro no Dia da Região, e o reconhecimento da necessidade de privilegiar uma maior intervenção das Regiões Autónomas em termos de gestão e exploração dos espaços marítimos. Mais uma vez, o PS reforça uma atenção e respeito pelos Açores que foi bem demonstrada ao longo dos últimos 4 anos, ao cumprir na integra a Lei das Finanças Regionais, comparticipando as ligações aéreas inter-ilhas, duplicando o valor do subsídio social de mobilidade, eliminando a descriminação no acesso à saúde, garantindo o reaproveitamento futuro da Base das Lajes com a criação do Centro para a Defesa do Atlântico e do AIR Centre, apoiando a legalização do Bairro norte-americano de Santa Rita, entre tantas outras medidas.

2-APRESENTAÇÃO DOS CABEÇAS DE LISTA – decorreu esta quinta-feira a apresentação dos cabeças de lista do Partido Socialista às eleições legislativas. Um evento dinâmico que contou com 3 excelentes intervenções, o atual deputado Alexandre Quintanilha e cabeça de lista pelo Porto começou por reafirmar que nesta legislatura o PS conseguiu “recuperar a confiança na democracia”, seguiu-se Ana Mendes Godinho, atual Secretária de Estado do Turismo e cabeça de lista por Guarda, que confirmou o que veio demonstrando ao longo dos últimos 4 anos, “estar na vida política ativa é um estimulo permanente para fazermos mais e melhor”. Mas, como muito bem referiu o nosso Primeiro Ministro, António Costa, e cabeça de lista por Lisboa, “Estamos aqui para podermos fazer mais e para podermos fazer melhor, acompanha-nos o desassossego para fazermos mais!” E foi com este espírito que se apresentou a cabeça de lista pelos Açores, a nossa Isabel Almeida, que tenho a certeza será uma força viva na defesa da nossa Região e de todos os Açorianos.

3 – LEGISLATURA – ao longo destes 4 anos, muito intensos e de grande atividade política, dediquei-me à defesa intransigente dos Açores e pude fazê-lo em diversos âmbitos, como Vice-presidente do Grupo Parlamentar do PS para os Negócios Estrangeiros, membro da Comissão dos Negócios Estrangeiros e Comunidades Portuguesas, vice-presidente da Comissão de Assuntos Europeus, Membro da Comissão Parlamentar de Inquérito ao Banif, Presidente do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal – EUA, membro do Grupo Parlamentar de Amizade Portugal – Canadá. Em todos os encontros com Ministros, Embaixadores e outros membros do Governo e corpos diplomáticos fui, sempre, reforçando a mensagem da importância dos Açores no contexto nacional e internacional. Enquanto membro e relatora na Assembleia Parlamentar da NATO acompanhei as questões da relação transatlântica e dos impactos das alterações no âmbito da defesa ao nível mundial, tendo participado em 15 missões internacionais. Sou a representante de Portugal para o Grupo de Trabalho da Educação e Comunicação sobre a NATO, onde efetuámos um interessante trabalho sobre as melhores práticas de comunicação da NATO nos diversos estados-membros da Aliança Atlântica. Tive o privilégio de representar o nosso líder Parlamentar, Presidente Carlos César, em diversas receções de chefes de Estado e de Governo, como do Presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, que em 2016 foi distinguido com o prémio Nobel da Paz pelos seus esforços para pôr fim à guerra civil na Colômbia. Representei ainda o nosso líder em 3 visitas oficiais do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, a São Tomé e Príncipe, EUA e Angola. Foram cerca de 200 comunicados e mais de 150 intervenções dedicadas aos Açores, à Base das Lajes, à agricultura, ao mar, à justiça, aos serviços do Estado na Região, aos projetos estratégicos como o AirCentre ou o Porto espacial, entre tantos outros projetos. Organizámos eventos de esclarecimento sobre importantes acordos comerciais, como o do CETA negociado entre a União Europeia e o Canadá. E foram muitas e muitas as diligências a diferentes níveis e de diferentes âmbitos, sempre, sempre, em defesa da nossa terra e da nossa gente. Espero contar com o vosso apoio para continuar este trabalho em prol dos Açores na próxima legislatura, pois também me acompanha o desassossego de fazer mais e melhor pelos Açores e pelos Açorianos! Até Setembro!