Proposta do PS de criação da Estratégia Nacional de Combate à Solidão pretende atenuar flagelo que afeta idosos

“O Partido Socialista possibilitou que os idosos açorianos que recebem o Complemento Regional de Pensão deixassem de ser prejudicados no acesso ao Complemento Solidário para Idosos, que também foi aumentado”, lembrou Lara Martinho à margem da visita realizada esta terça-feira, Dia Mundial do Idoso, ao Centro de Dia e de Noite de Nossa Senhora do Pilar das Cinco Ribeiras, na ilha Terceira.

A candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas do próximo domingo, 06 de outubro, lembrou que “também foi possível aumentar as pensões de reforma, quer com as atualizações automáticas, quer com os três aumentos extraordinários, quer com a eliminação da sobretaxa.”

“O Partido Socialista pretende também aprovar uma estratégia nacional de combate à solidão, prevendo um conjunto diversificado de medidas, ajustadas aos diferentes contextos demográficos e meios socioeconómicos, para atenuar este flagelo social que afeta sobretudo os mais idosos”, disse Lara Martinho.

“Há que contar com os cidadãos seniores, através da promoção de uma cidadania sénior ativa e empenhada”, frisou Lara Martinho, acrescentando que “os versos partilhados pelo Sr. José, utente do Centro, segundo os quais ‘Ser idoso é sentir o desejo/De seu fim dignamente viver’, expressam bem a necessidade de se continuar a garantir a dignidade de todos os idosos açorianos.”

“Nesse sentido, há que desenvolver um sistema integrado de sinalização de idosos isolados, associado a uma ‘garantia de contacto’ regular, em parceria e estimulando o voluntariado social”, acrescentou a candidata socialista.

Lara Martinho apelou à participação cívica no próximo domingo, 06 de outubro, “pois só através do voto se poderá dar continuidade às conquistas entretanto alcançadas.”