Isabel Almeida Rodrigues destaca políticas sociais a concretizar na próxima legislatura

A candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas nacionais do próximo dia 6 de outubro destacou, esta terça-feira, um conjunto de medidas a concretizar na próxima legislatura, em matéria de políticas sociais para os mais idosos, inscritas no Programa Eleitoral do Partido Socialista.

Isabel Almeida Rodrigues, que falava à margem da visita à Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa, sublinhou, nesse sentido, “o desenvolvimento de um programa de envelhecimento ativo e saudável; a aposta na criação de um mecanismo de reforma a tempo parcial, como forma de promoção do envelhecimento ativo; a aprovação de uma estratégia nacional de combate à solidão, prevendo um conjunto diversificado de medidas ajustadas aos diferentes contextos demográficos e meios socioeconómicos para atenuar este flagelo social que afeta sobretudo os mais idosos e que merece, por isso, uma atenção especial”.

“Ao longo dos últimos quatro anos a ação do Partido Socialista, cuja solidariedade intergeracional é um dos seus valores fundadores, permitiu a introdução de melhorias significativas em matéria de políticas sociais adequadas aos idosos”, frisou a candidata socialista, referindo-se nessa questão ao fim dos cortes nas pensões, ao aumento das pensões mais baixas e ao fim da contribuição extraordinária de solidariedade, o que contribuiu, em muito, para melhorar a vida dos nossos idosos”.

A candidata socialista recordou igualmente a ação do Governo Regional dos Açores, que, “através, por exemplo, do apoio à aquisição de medicamentos, ou do apoio ao funcionamento de uma rede de valências com cobertura em toda a Região, que assegura serviços que são indispensáveis à dignidade dos nossos idosos”, tem trabalhado nestas matérias.

“O que está em causa no próximo dia 6 de outubro, daí a importância de se ir votar nas Eleições Legislativas, é se queremos que o País prossiga este caminho de crescimento e desenvolvimento de políticas públicas que colocam as pessoas no centro das prioridades, procurando conferir às pessoas a dignidade que assiste a cada ser humano ou, se pretendemos regredir aos tempos de incerteza e de instabilidade em que as pessoas foram tratadas de uma forma que não é justa nem digna”, afirmou Isabel Almeida Rodrigues.

“No dia 6 de outubro a nossa expetativa é a de receber a confiança dos Açorianos, para que o Partido Socialista possa dar continuidade a este trabalho de levar o País em frente e de termos ‘Mais Açores e Mais Portugal’”, acrescentou a candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas nacionais.