Estabilidade e confiança são essenciais para a captação de investimento externo, defende Isabel Almeida Rodrigues 

A candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas nacionais do próximo dia 6 de outubro defendeu, esta sexta-feira, que o Governo da República tem de continuar a ser um forte parceiro da Região, “na captação de investimento externo e na abertura de novos canais de comercialização dos produtos feitos nos Açores”.

Isabel Almeida Rodrigues, que falava à margem da visita à Prolacto – Lacticínios de São Miguel, SA, acrescentou ainda, na ocasião, que os Açores têm realizado um trabalho notável nas áreas da “qualidade, da sustentabilidade, de estratégias de promoção externa dos produtos e em novas abordagens para a captação de novos investimentos e procura de novas oportunidades”.

“O Governo da República tem de manter, e até intensificar, a sua ação enquanto parceiro da Região na procura de novos mercados e na consolidação dos Açores junto desses mesmos mercados, valorizando o que aqui fazemos”, referiu a candidata, acrescentando ainda que esse trabalho passa por impulsionar setores da economia regional, que irão criar emprego e gerar riqueza, traduzindo-se assim “na melhoria de rendimento dos nossos trabalhadores e na melhoria das condições de vida”.

Para Isabel Almeida Rodrigues, com a visita à Prolacto – Lacticínios de São Miguel, SA, foi possível contactar com um investimento externo de grande relevância para a Região, “quer pela excelência do trabalho e dos produtos que desenvolve, quer pelo impacto que tem na própria economia local, pelo número de postos de trabalho que desenvolve”.

Nesse sentido, a socialista recordou que consta do Programa Eleitoral do Partido Socialista o apoio à internacionalização da economia portuguesa, através dos processos de coordenação do plano nacional de ações de promoção externa e do plano nacional de capacitação para a internacionalização, bem como através dos incentivos ao investimento estrangeiro, tirando partido do novo Quadro Financeiro Plurianual Europeu.

“Se tivermos a confiança dos Açorianos, como assim esperamos, continuaremos a trabalhar para que essa parceria de abertura e consolidação destes mercados se torne cada vez mais realidade”, referiu a candidata do PS/Açores às Eleições Legislativas nacionais do próximo dia 6 de outubro.